Procedimentos para entrada

Procedimentos para ingresso, especialmente se você for de carro:

INFORMAÇÕES AOS VIAJANTES BRASILEIROS A TURISMO NO URUGUAI

1. REQUISITOS DE ENTRADA
É necessária apresentação de um dos seguintes documentos de viagem à autoridade migratória uruguaia:
– carteira de identidade expedida pela Secretaria de Segurança Pública de Estado da Federação (não será aceita carteira de habilitação);
– passaporte com validade superior a 6 meses;
– carteira de identidade para estrangeiro expedida pela Polícia Federal.
Estrangeiros podem permanecer em território uruguaio por até 90 dias (renováveis por mais 90) na condição de turistas. Para informações adicionais, recomenda-se consulta ao “site” da Embaixada do Uruguai em Brasília (www.emburuguai.org.br);
Os problemas mais frequentes com viajantes brasileiros referem-se a:
– impossibilidade de acesso a caixas eletrônicos quando o turista não possui cartão de crédito e/ou débito brasileiro habilitado para transações no exterior (os compatriotas, muitas vezes, acreditam que os sistemas informatizados dos bancos brasileiros estão conectados aos dos bancos no Uruguai, como no caso do Banco Itaú, por exemplo, o que não acontece de fato);
– apresentação à autoridade migratória de carteiras de identidade profissional ou nacional de habilitação, o que resulta na inadmissão do titular do documento, tendo em vista que o único documento de identidade admitido como substituto do passaporte é a carteira de identidade (RG), por força de acordo vigente entre os Estados Partes do MERCOSUL;
– perda ou destruição de cartões de entrada recebidos quando da admissão no Uruguai, tanto para o motorista como para o próprio veículo, visto que os cartões deverão ser restituídos às autoridades migratórias locais no momento de deixar o país. O descumprimento deste requisito é penalizado mediante a aplicação de multa, a ser paga no ato de saída do território uruguaio;
– desconhecimento da exigência do seguro “Carta Verde”, do MERCOSUL, para a entrada em território uruguaio, de veículo brasileiro licenciado no Brasil;
– desconhecimento da necessidade de autorização do proprietário do veículo, registrada em cartório e com firma reconhecida em Consulado uruguaio no Brasil, para ingressar no país com veículo em nome de terceiro, inclusive se esse for instituição financeira, quando, por ter sido o bem adquirido por meio de financiamento, estiver sob alienação fiduciária em benefício daquela instituição.
2. RECOMENDAÇÔES AOS TURISTAS BRASILEIROS:
  De modo geral,viajantes devem precaver-se quanto à ocorrência de furtos e roubos de documentos e objetos de valor em áreas de maior concentração turística, especialmente nas cidades de Montevidéu, Colônia e Punta del Este, tanto em épocas de férias, quanto em feriados prolongados ou fins de semana.
  • manter sua bagagem em seu poder durante todo o tempo em que estiver no aeroporto;
  • não pendurar bolsa em cadeiras em lugares públicos, como restaurantes e bares, nem deixá-la encima da mesa, para evitar furtos;
  • andar com bolsa pendurada diagonalmente e na frente do corpo, sempre atento ao que ocorre ao seu redor;
  • evitar andar na rua ou em transportes públicos com roupas, valores ou acessórios ostensivamente caros;
  • no quarto de hotel, manter a porta trancada;
  • não aceitar pacotes de estranhos;
  • deixar documentos originais no hotel;
  • guardar separadamente cópias de passaporte ou de carteira de identidade, deixando os originais ou uma das cópias no hotel. Essas cópias poderão ser úteis em caso de necessidade de emissão de Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), se os documentos de viagem forem extraviados ou furtados;
  • no hotel, solicitar sempre caixa de segurança para depositar valores, dinheiro, documentos ou objetos de valor, e exigir recibo;
  • não portar grandes somas de dinheiro; sair preferencialmente com o dinheiro necessário para os gastos do dia e evitar, igualmente, levar mais de um cartão de crédito. Não guardar todo o dinheiro em um lugar só;
  • evitar transitar em ruas ou praças pouco movimentadas, especialmente à noite. Evitar tomar táxis depois das 22 hs. Optar por rádio-táxis ou “remises” (carros de aluguel com motorista);
  • contratar excursões apenas com companhias conhecidas, evitar promoções oferecidas na rua;
  • em caso de agressão física, não resistir, já que o agressor pode estar armado, e fazer ocorrência policial na delegacia de polícia mais próxima.
  • ficar atento na saída de casas de câmbio ou de caixas eletrônicos; e
  • levar no bolso o número de telefone, assim como o número de plantão do Consulado-Geral.
3. OUTRAS INFORMAÇÕES
– é obrigatório o uso de faróis acesos, não importa se de dia ou de noite, no tráfego de veículos nas cidades e nas estradas;
– para condutores de veículos, aplica-se tolerância zero quanto ao consumo de bebidas alcóolicas. Motoristas flagrados dirigindo sob efeito da ingestão de álcool estão sujeitos a multa, retenção da carteira de habilitação e, em algumas curcunstâncias, também a apreensão do veículo; em caso de recusa a teste de bafômetro, vale a palavra da autoridade policial;
– caso o turista tenha intenção de praticar atividades de caça ou pesca, deverá buscar informações nos postos aduaneiros para não incorrer em delitos cuja punição é a apreensão dos veículos e dos materiais de pesca ou caça utilizados, além de processo criminal, que pode resultar em detenção.
4.  EMERGÊNCIA MÉDICA/POLICIAL
Antes de viajar é aconselhável providenciar seguro médico internacional, pois os hospitais uruguaios só atendem gratuitamente aos cidadãos locais. Em caso de emergência, o estrangeiro será atendido, mas deverá arcar com as despesas correspondentes.
Se você encontrar-se detido pelas autoridades uruguaias por qualquer razão, tenha presente que:
•  Você estará sujeito às leis deste país e o Consulado não pode intervir nas decisões da Justiça local;
•  Você tem o direito constitucional de comunicar seu lugar de detenção;
•  A justiça uruguaia lhe garante um defensor gratuito.
O Consulado, no entanto, pode:
•  Assegurar-se de que a sua integridade física seja respeitada;
•  Prestar orientações sobre os seus direitos.

Links de interesse: http://www.emburuguai.org.br/requisitos.htm

© 2017: Contos e Viagens | Travel Theme by: D5 Creation | Powered by: WordPress